Sintra aprova novas metas climáticas para 2030

Sintra aprova novas metas climáticas para 2030

Foi aprovado, em reunião de executivo, a adesão da Câmara Municipal de Sintra às metas para 2030 do novo Pacto de Autarcas, refletindo a atualização do compromisso municipal com as políticas europeias e nacionais ao nível do clima e energia.

Os signatários das metas para 2030 do novo Pacto de Autarcas para Clima e Energia asseguram uma visão compartilhada para 2050: acelerar a descarbonização dos seus territórios, fortalecer a sua capacidade de adaptação aos impactos inevitáveis ​​das mudanças necessárias e permitir que os seus cidadãos tenham acesso a energia segura, sustentável e acessível.

Desta forma, os signatários comprometem-se-se a, essencialmente, a:

  • Reduzir como isenção do CO2 no território em, pelo menos, 40% até 2030, designadamente mediante um reforço da eficiência energética e de um maior recurso às fontes de energia renováveis;
  • Aumentar a resiliência, adaptando-se aos impactos das mudanças climáticas.

O Município de Sintra aderiu ao Pacto dos Autarcas em 2015, o que representa mais um passo da autarquia no sentido de promover um desenvolvimento sustentável. No âmbito de acordo, Sintra elaborou o Plano Municipal de Ação para a Energia Sustentável, onde foram definidas diversas medidas de sustentabilidade energética, nomeadamente a redução de 20% das derrotas do município até 2020, valor que foi ultrapassado e que se encontra atualmente nos 28%.

O Pacto dos Autarcas foi lançado em 2008, pela Comissão Europeia, e é o maior movimento mundial de cidades e regiões para ação climática e de energia a nível local / regional, reunindo governos locais / regionais comprometidos na implementação de objetivos climáticos e energéticos. Atualmente, esta iniciativa reúne mais de 10.400 autoridades locais e regionais em 61 países do mundo.

Mais informações sobre o Pacto dos Autarcas AQUI .


Imprimir